21/03/2017 11:42:29

Trabalho Voluntário

O desejo de sentir-se útil.

A prática do voluntariado tem, como objetivo, mobilizar pessoas para que, juntas, possam promover o bem comum.

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, as sensações de bem-estar, de utilidade e de gratificação pessoal são as principais motivações apontadas por quem é voluntário. A pesquisa revelou que três em cada dez brasileiros já realizaram ações voluntárias e, segundo ela, 28% dos brasileiros declararam já ter participado de trabalhos voluntários, sendo que 11% continuam atuando voluntariamente. A falta de tempo foi o principal argumento dos que nunca atuaram e dos que deixaram de praticar o voluntariado. Os entrevistados também apontaram outras razões para justificar o distanciamento do tema: nunca foram convidados a participar de uma ação voluntária (29%) ou nunca pensaram nessa possibilidade (18%). Porém, apenas 12% disseram não saber onde obter informações a respeito deste tema.

Portanto, sentir-se útil é um dos motivos de quem é voluntário e vivenciar esse sentimento ao ajudar em uma causa leva a uma grande satisfação pessoal. Mas porque então a cultura do trabalho voluntário ainda é tão incipiente, principalmente junto às organizações sociais promotoras das diversas ações junto a sociedade? Os números acima mostram que poucas são as pessoas que, de fato, desenvolvem um trabalho voluntário de forma continuada.

Com isso essas organizações perdem a oportunidade de alavancar suas ações dispondo do trabalho de pessoas com vontade de contribuir e participar, doando o seu conhecimento.

Todos sabem o quanto o povo brasileiro é solidário; basta ocorrer um fato marcante que atinja pessoas para que haja uma mobilização imediata no sentido de ajuda. Mas num país com tantas desigualdades, o cotidiano da vida de muitos também depende de uma ajuda do próximo e, nesse quadro, as atuações das organizações sociais são fundamentais e estas teriam o seu trabalho muito facilitado com a presença do voluntario.

A percepção que se tem é que faltam ações sérias e bem intencionadas que possam promover a união dessas duas forças sociais: o trabalho voluntário e as organizações sociais, através da consolidação de uma cultura de trabalho voluntário, promovendo a educação para o exercício consciente da solidariedade.

Voltar

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSAS NOVIDADES: